Tel: +351 239 491 046 - Mail: geral@petfun.pt
PT EN


Perdi o meu patudo. Estou em desespero...


Perdi o meu patudo. Estou em desespero...

Infelizmente já muitas pessoas passaram por esta situação e, como donos, estamos sempre sujeitos. O que fazer? Como atuar?

Aqui ficam algumas dicas.

• Por que fogem?
Normalmente os animais de estimação fogem para “fugir” do tédio, solidão, para responder a impulsos sexuais, caso não tenham sido castrados, em resposta a eventos repentinos e inesperados que os assustam, por curiosidade, se janelas ou portas são deixadas abertas, ou, sendo novos numa casa, para procurar o seu antigo “espaço”.

• Até onde podem ir?
Cães grandes e fortes, especialmente os mais jovens, conseguem correr 5 KMs, ou mais. Cães de pequeno porte podem ir até 1 KM, no máximo. A maioria dos cães são recuperados dentro de um círculo de 2KM da sua casa.
No caso dos gatos, sendo animais de interior, as estatísticas indicam que, quando se perdem, estão muito próximos da casa.

• Onde Procurar?
Os animais naturalmente vão evitar zonas barulhentas e muito movimentadas. Caso sejam amistosos, ao encontrarem pessoas simpáticas, suscetíveis de lhe darem conforto, alimentação e um abrigo, podem facilmente “entregar-se”. Se for um animal de estimação tímido, ou não confiar em estranhos, vai-se esconder; arbustos e carros podem ser bons esconderijos. Quando a motivação são impulsos sexuais, vulgo cio, tudo muda, ou seja, o animal instintivamente não se vai preocupar com o meio que o rodeia podendo, nestes casos, vaguear por espaços públicos, ou ruas movimentadas.

• Já dei 300 voltas e não o encontro …
Respirar fundo. Colocar a ansiedade de lado. Racionalizar. Começar de novo.
Pense na razão mais provável que motivou o seu animal de estimação.
Pense no tamanho, capacidade e adaptabilidade do seu animal de estimação.
Desenhe um círculo à volta do ponto em que o perdeu: meio KM? 1KM? mais?
Pense nos lugares, dentro do círculo, em que o patudo iria para encontrar companhia, conforto e comida. Um pátio da escola? Um parque publico? A casa do amigo que, quando vai à rua passear, o trata bem?
Pense em todas as pessoas que vivem dentro desse círculo, que vão para a escola, que brincam nos parques, etc. Pessoas que passam muito tempo fora e são suscetíveis de ver um animal perdido. Agora dinamize uma ação com todas estas pessoas. Contacte as pessoas (telefone, sms), use todos os meios nas redes sociais (o seu perfil, grupos, etc), cole uma foto do patudo em cafés, postes de eletricidade, etc. Contacte veterinários, canis, hospitais veterinários, abrigos de animais e lojas de animais. Adicione dezenas, centenas de pessoas à busca!

• Encontramos!
Felicidade! Mas atenção, não o recrimine, ele estará tão desesperado quanto os donos, dê-lhe muitos mimos e carinhos. Faça uma festa! O patudo deverá ter aprendido à lição mas certifique-se que toma as devidas precauções para evitar toda a situação novamente, sendo uma das mais importantes: colocar microchip, se ainda não tiver, e usar sempre uma medalha de identificação com contactos.

©2017 Pet Fun. Todos os direitos reservados. by fullscreen